«Voltar

Migração da TDT na Área Metropolitana de Lisboa

Esta informação foi útil?

16-11-2020| ISS

Começa no dia 16 de novembro

No dia 16 de novembro de 2020 vai começar o processo de migração da televisão digital terrestre (TDT) na Área Metropolitana de Lisboa (região AML) com a alteração do emissor de Palmela. Nesta região, além do emissor de Palmela, mudarão de frequência os emissores da Graça, Cacém, Barcarena, Algueirão, Bezerra, Aldeia de Juso, Azóia, Cascais, Sintra, Estoril, Odivelas, Póvoa de Santo Adrião, Torres Vedras e Alenquer. Na AML, o processo deverá ficar concluído no dia 7 de dezembro.

 

Recorde-se que o processo de migração da rede de TDT foi suspenso a 13 de março, devido aos efeitos da pandemia de COVID-19, quando estavam a ser alterados emissores na AML. Quando o processo foi retomado, em agosto, os emissores que servem a AML foram recalendarizados, para meados de novembro.

 

A migração da TDT não abrange todas as pessoas. Para informar a população impactada nesta fase, a ANACOM divulgou informação relativa às mudanças na TDT através de uma carta e de um folheto entregue em casa de todas as pessoas, que resume a informação relevante para se adaptarem a este processo de mudança.

 

Quando o emissor mudar de frequência, o ecrã da televisão ficará sem imagem (negro), mas apenas será necessário fazer uma nova sintonia da televisão ou do descodificador de TDT e todos poderão continuar a ver televisão gratuitamente, como tem acontecido até agora. É um processo simples. A ANACOM teve a preocupação de assegurar que não será necessário substituir ou reorientar a antena, trocar a televisão ou o descodificador, e ninguém terá de subscrever serviços de televisão paga. No caso dos condomínios/edifícios que tenham instalações com amplificadores monocanal poderão ter que os substituir.

 

Para ajudar neste processo, a ANACOM criou uma linha telefónica de apoio gratuita (800 102 002), que funciona todos os dias entre as 9h00 e as 22h00, para o qual as pessoas poderão ligar para esclarecer dúvidas e obter apoio na sintonia da sua televisão.

 

Caso não consigam fazer a sintonia dos equipamentos por si ou com a ajuda prestada através do número gratuito 800 102 002, a ANACOM agendará uma visita a casa da pessoa para proceder à sintonia, com técnicos seus e de forma gratuita.

 

Para divulgar este processo, que visa libertar a faixa dos 700 MHz, necessária à implementação do 5G, a ANACOM tem feito reuniões por todo o país com as Comunidades Intermunicipais de Municípios (CIM), de modo a dar a conhecer às câmaras municipais as medidas que adotou para apoiar a população a fazer a migração. 

 

Atenção: a ANACOM só irá a casa de quem ligar para o 800 102 002 e se na sequência desse contacto for feito o agendamento da visita. Se a pessoa nunca ligou para este número e aparecer alguém a bater-lhe à porta a dizer que é da ANACOM e que vai fazer a sintonia dos equipamentos, há que ter cuidado e não abrir a porta, porque não serão técnicos da ANACOM.

 

Com o objetivo de alargar o leque de entidades que podem ajudar a divulgar informação e dar apoio à população, a ANACOM tem firmadas várias parcerias: com as câmaras municipais, as juntas de freguesia, a GNR, a PSP, a Liga dos Bombeiros Portugueses, o Instituto da Segurança Social, a AMA (Lojas e Espaços do Cidadão), os párocos, o Corpo Nacional de Escutas (Escuteiros), entre outras entidades. 

 

Datas de ressintonia dos emissores TDT da Área Metropolitana de Lisboa*

 

Data de Alteração Emissor
16-11-2020 Palmela
17-11-2020 Graça
18-11-2020 Cacém
19-11-2020 Barcarena
20-11-2020 Algueirão
23-11-2020 Bezerra
24-11-2020 Aldeia de Juso
25-11-2020 Azóia, Sintra
26-11-2020 Cascais
27-11-2020 Sintra
30-11-2020 Estoril
02-12-2020 Odivelas
03-12-2020 Póvoa Santo Adrião
04-12-2020 Torres Vedras
07-12-2020 Alenquer

​ ​

 

​* Salvaguardamos que, por motivos imprevistos, as datas de ressintonia dos emissores podem sofrer alterações. Recomendamos a consulta do calendário permanentemente atualizado  em www.anacom.pt.