Doentes do foro psiquiátrico

Esta informação destina-se a que cidadãos Esta informação destina-se a que cidadãos

Doentes do foro psiquiátrico

O que é O que é

É um conjunto de respostas integradas de cuidados de saúde e de apoio social dirigidas a pessoas com doença mental grave de que resulte incapacidade psicossocial, e que se encontrem em situação de dependência física, psíquica ou social, transitória ou permanente.

 

Têm como objetivos promover a reabilitação, a autonomia e a integração sócio-familiar e profissional.

 

Existem 4 tipos de respostas:

  • Fórum sócio-ocupacional
  • Unidade de vida autónoma
  • Unidade de vida apoiada
  • Unidade de vida protegida.

 

Pagamento dos serviços prestados

 

As pessoas que beneficiam deste tipo de apoios pagam um valor pelo serviço prestado – comparticipação familiar – o qual é calculado com base nos rendimentos da família.

Forum sócio-ocupacional Forum sócio-ocupacional

Resposta destinada a jovens e adultos com moderado e reduzido grau de incapacidade psicossocial, clinicamente estabilizados e que apresentem disfuncionalidades na área relacional, ocupacional e de integração social.

 

O Fórum tem por finalidade a promoção de autonomia, de estabilidade emocional e de participação social, com vista à integração social, familiar e profissional.

 

Objetivos

  • Promover a autonomia pessoal e relacional
  • Promover a integração social, familiar e profissional
  • Integrar em programas de formação profissional, em emprego normal ou protegido
  • Encaminhar, se necessário, para estruturas residenciais adequadas.

Unidade de vida autónoma Unidade de vida autónoma

Resposta destinada a jovens e adultos com reduzido grau de incapacidade psicossocial, clinicamente estabilizadas e sem suporte familiar ou social adequado.

 

A pessoa reside num apartamento e recebe apoio no sentido de se integrar em programas de formação profissional ou em emprego normal ou protegido.

 

Objetivos

  • Proporcionar alojamento
  • Assegurar a individualização e a estabilidade dos utentes numa vida normalizada, quer socialmente, quer a nível profissional.

Unidade de vida apoiada Unidade de vida apoiada

Resposta destinada a jovens e adultos com elevado grau de incapacidade psicossocial, clinicamente estabilizados sem autonomia suficiente para poderem organizar sem apoio as atividades de vida diária, sem suporte familiar ou social adequado e não precisem de intervenção médica psiquiátrica a tempo inteiro.

 

Objetivos

  • Proporcionar alojamento
  • Garantir a satisfação das necessidades básicas
  • Promover programas de reabilitação psicossocial e/ou ocupacionais
  • Promover a criação ou manutenção da relação familiar.

Unidade de vida protegida Unidade de vida protegida

Resposta destinada a jovens e adultos com moderado grau de incapacidade psicossocial clinicamente estabilizados, sem suporte familiar ou social adequado.

 

Objetivos

  • Promover estratégias de autonomia pessoal social e relacional
  • Contribuir para o desenvolvimento das capacidades e potencialidades
  • Promover a integração sócio ocupacional
  • Promover uma relação próxima com a comunidade para uma melhor integração.

Onde se dirigir para obter informações Onde se dirigir para obter informações

Para obter informações sobre estes apoios sociais deve dirigir-se:

 

Pode também consultar a listagem de respostas sociais existentes no site da Carta Social.

 

No canto superior direito na “Documentação relacionada” estão disponíveis vários documentos, designadamente guias práticos e publicações.